Nódulos da tireóide ocorrem em cerca de 50% da população adulta e eles podem ser benignos ou malignos.

O tratamento destes nódulos é individualizado considerando as características de cada caso. Para nódulos malignos ou suspeitos pode ser recomendada a remoção cirúrgica de toda a tireóide, o que leva à necessidade de reposição permanente do hormônio tireoideano. Alguns nódulos benignos, de acordo com seu tamanho e sintomas, também têm indicação de tratamento por cirurgia.

Uma alternativa para evitar-se a cirurgia é a Ablação por Radiofrequência dos nódulos da tireoide. 

Este tratamento é feito durante um exame de ultrassom, quando o nódulo é identificado e introduz-se um eletrodo em seu interior, através do qual a radiofrequência é aplicada em todo o nódulo. Nos meses seguintes a esta aplicação, o volume do nódulo reduz, gradativamente, mas as funções hormonais da glândula são preservadas e não há cicatriz.

Porém, é importante ressaltar que nem todos os casos podem ser tratados com esta técnica. A indicação adequada para o tratamento do nódulo deve ser feita em consulta médica com especialista.

Entre em contato:
Dra. Maria Cristina Matteotti
WhatsApp: (11) 95242-3033
Telefones: (11) 3032-0441 e 5051-5144
http://dramariacristina.com.br/