A alternativa à tireoidectomia tradicional

A tireoidectomia, ou retirada da tireoide, é a técnica cirúrgica recomendada para o tratamento do câncer da glândula, um dos procedimentos mais realizados na especialidade de cabeça e pescoço. Na sua forma tradicional, a tireoidectomia se dá por meio de acesso pela região central anterior do pescoço. Apesar de muito conhecida, segura e de proporcionar adequada exposição do campo cirúrgico, a cicatriz decorrente costuma incomodar grande número de pacientes, a despeito das técnicas e cuidados usados durante o fechamento da incisão.

Para contornar esse inconveniente, foi desenvolvida uma nova abordagem cirúrgica, a tireoidectomia vestibular endoscópica transoral, conhecida pela sigla TOETVA. Como o próprio nome indica, o acesso à tireoide é feito através de uma cânula introduzida na região interna da boca, próxima ao lábio inferior.

A técnica de acesso por via oral é uma evolução de outras abordagens endoscópicas, como, por exemplo, pelas regiões mamária e axilar, que, mesmo sendo menos invasivas do que as cirurgias tradicionais, também deixam cicatrizes externas.

Apesar da vantagem estética e de preservar as estruturas nervosas e vasculares da região, a indicação da TOETVA é restrita a determinadas características individuais do paciente, da patologia, o que depende de rigorosa avaliação do profissional Especialista em Cirurgia de Cabeça e Pescoço.

Pesquise

Redes sociais

Clique aqui
Entre em contato!
Olá, entre em contato conosco!