A tireoide e os exercícios físicos

A tireoide, uma das maiores glândulas do corpo humano, com peso aproximado de 20 gramas, está localizada na parte frontal do pescoço. Ela controla o funcionamento dos principais órgãos vitais – cérebro, coração, fígado, rins – e como está diretamente associada à produção de hormônios, também é essencial para garantir funções diretamente relacionadas a eles, desde a fertilidade até o equilíbrio emocional.

A produção desordenada de hormônios pela tireoide, tanto para mais (hipertireoidismo), quanto para menos (hipotireoidismo) deve ter acompanhamento médico constante. Mas, além das orientações e medicações prescritas pelo especialista, a realização de atividades físicas – também sob orientação médica – traz importantes benefícios e ajuda na conquista de melhores resultados terapêuticos e qualidade de vida.

Atividades aeróbicas de baixo impacto, como caminhada, natação, ou treinos dirigidos, com orientações específicas, ajudam a controlar os sintomas característicos dos distúrbios da tireoide, como cansaço, fraqueza, perda óssea e muscular, e ainda contribuem para equilibrar o metabolismo e a produção de hormônios em geral, especialmente aqueles ligados à felicidade: endorfina, dopamina, serotonina e ocitocina.

Já as modalidades que, além dos exercícios físicos, contemplam o bem-estar psíquico – ioga, tai-chi-chuan, hidroginástica e dança – são ainda mais indicadas para equilibrar as emoções e evitar os sintomas depressivos.

Se você tem problemas de tireoide, consulte o seu médico. A orientação clínica é essencial para que você possa praticar atividades físicas com segurança.

Pesquise

Redes sociais

Clique aqui
Entre em contato!
Olá, entre em contato conosco!