Quem é o Cirurgião de Cabeça e Pescoço?

Uma das especialidades mais “especializada” da medicina é a de Cirurgia de Cabeça e Pescoço: em um universo de mais de meio milhão de médicos em atividade no Brasil, há menos de mil profissionais dessa especialidade registrados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço.

Além da graduação básica de seis anos do curso de medicina, para receber esse título o profissional precisa de mais 3 anos de residência em Cirurgia Geral ou em Otorrinolaringologia e outros 2 anos de formação específica em Cirurgia de Cabeça e Pescoço.

O que trata o Cirurgião de Cabeça e Pescoço?

A especialidade trata, principalmente, dos nódulos benignos e malignos que podem atingir a região, com principal destaque para os tumores e demais distúrbios da tireoide. O seu campo de atuação abrange desde a parte clínica – diagnóstico precoce, exames e biópsias, indicação e acompanhamento do tratamento, e até mesmo a realização de cirurgias extremamente delicadas e complexas.

A especialidade de Cirurgia de Cabeça e Pescoço exige que o profissional se dedique constantemente à sua atualização profissional, incorporando à formação o conhecimento e o aprendizado de novas e modernas técnicas, como, por exemplo, cirurgia com laser de alta precisão, vídeoendoscopia e procedimentos por radiofrequência.

Mas, afinal, quando devo procurar um Cirurgião de Cabeça e Pescoço?

O Cirurgião de Cabeça e Pescoço deve ser procurado por iniciativa do próprio paciente quando forem observadas alterações como nódulos repentinos, feridas frequentes e de difícil cicatrização na região da boca, dificuldade para engolir ou rouquidão persistente.

Muitos pacientes também chegam ao consultório do Cirurgião de Cabeça e Pescoço através da indicação de outros especialistas, como Endocrinologistas, Ginecologistas, Otorrinolaringologistas, Ortopedistas, Dermatologistas, Clínicos Gerais ou mesmo Odontologistas.

A consulta com o Cirurgião de Cabeça e Pescoço não significa, necessariamente, que a pessoa vá fazer uma cirurgia – ao contrário: em caso de sintomas evidentes, quanto antes o especialista for consultado, maiores são as chances de tratamento e recuperação de possíveis problemas.

Pesquise

Redes sociais

Clique aqui
Entre em contato!
Olá, entre em contato conosco!