Você sabe o que é linfonodomegalia?

Temos, distribuídos pelo nosso corpo, centenas de pequenas estruturas orgânicas chamadas linfonodos. Formados por células de defesa – linfócitos B, plasmócitos, macrófagos, células foliculares e reticulares – eles estão estreitamente relacionados ao nosso sistema imune e têm a função de “filtrar” partículas estranhas que possam circular pelos órgãos.

Em formato de pequenos feijões, o tamanho dos linfonodos varia de 1 milímetro a até 2 centímetros. Porém, durante processos infecciosos, eles podem sofrer um aumento repentino, ficar doloridos e com aspecto avermelhado, em um processo que recebe o nome de linfonodomegalia. A causa pode estar ligada a patologias como mononucleose, tuberculose, toxoplasmose, ou mesmo uma simples infecção respiratória de origem viral, bacteriana ou alérgica.

Por outro lado, quando a linfonodomegalia acontece de forma lenta, irregular e indolor, é preciso ficar atento: alguns tipos de câncer, conhecidos por linfomas, têm origem no sistema linfático. O mais conhecido deles, o Linfoma de Hodgkin, se espalha pelos linfonodos de forma desordenada, podendo atingir até mesmo outros órgãos e tecidos. A doença atinge, em especial, a região do pescoço e, quando diagnosticada e tratada precocemente, tem bom prognóstico de cura.

A linfonodomegalia é mais perceptível em regiões como a base do pescoço, axilas e virilhas. Porém, especialmente se não houver dor e o sintoma for persistente, é fundamental a avaliação do Cirurgião de Cabeça e Pescoço.

Pesquise

Redes sociais

Clique aqui
Entre em contato!
Olá, entre em contato conosco!